História

Em tupi-guarani, a palavra guabi significa alimento. Por isso, em 1974 foi escolhida para dar nome a uma nova empresa que surgia em Orlândia, interior de São Paulo, com o objetivo de desenvolver e fabricar produtos de alta qualidade e confiabilidade para a nutrição animal.

 

Hoje, atuando em todos os segmentos do seu mercado, a Guabi atende às necessidades e antecipa-se às novas demandas de diferentes espécies em diferentes idades, fases produtivas e de competição, conta com cerca de 1.100 colaboradores, mais de 350 produtos em linha, presença em todos os estados brasileiros e exportação para mais de 30 países de todos os continentes, e está no 582º lugar entre as 1000 maiores empresas brasileiras, além de ocupar a 3ª posição em giro ativo no setor de Alimentos e Bebidas, de acordo com o ranking Valor 1000, publicado anualmente pelo jornal Valor Econômico.

 

Líder de mercado e referência em inovação

Para alcançar e manter tantas conquistas, é preciso trabalhar com seriedade e foco, estar sempre em dia com os avanços da ciência e da tecnologia, investir forte e continuamente em pesquisa, desenvolvimento, aprimoramento profissional e equipamentos de última geração. Foi assim que a Guabi tornou-se líder e referência no mercado, e é reconhecida por reunir ciência, tecnologia e aproveitamento correto dos recursos naturais para criar e
fabricar produtos saudáveis, seguros e inovadores.

 

A Guabi é:

  • A primeira empresa a produzir alimentos extrusados para camarões,
  • Pioneira em partículas laminadas e extrusadas nas rações para equinos,
  • A primeira empresa a produzir micro extrusados para peixes,
  • Idealizadora e produtora da melhor ração para dietas iniciais para peixes,
  • Idealizadora e produtora do primeiro suplemento em pellets para equinos do mercado brasileiro.
  • Pioneira no emprego do conceito quorum sensing, que oferece proteção natural a peixes e camarões que vivem sob constante ameaça de contaminação.

 

Equipe de ponta e parcerias com universidades e centros de pesquisa renomados

Além de uma equipe técnica com profissionais que têm mestrado e constantes treinamentos no Brasil e no exterior, a Guabi mantém parcerias com importantes universidades e centros de pesquisa, para aprimoramento e desenvolvimento de novos produtos.

guabi-historia

 

Conformidade com as normas das Boas Práticas de Fabricação (BPF/GMP) e Análises de Perigos e Pontos Críticos de Controle (APPCC/HACCP)

Conhecidos internacionalmente como GMP – Good Manufactoring Practice e HACCP – Hazard Analysis and Critical Control Points, o BPF e o APPCC são ferramentas de garantia da qualidade recomendadas pelo CODEX ALIMENTARIUS da FAO – Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura e pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), para a obtenção de produtos seguros desde a matéria-prima, passando pelas fases de processamento até o consumidor final.

 

Unidades fabris classificadas no Grupo 1 – BPF – IN04 (MAPA): elite da produção animal

A Guabi também é a primeira indústria brasileira de ração animal a ser credenciada para fornecer para a União Europeia.

 

Credenciamento junto ao MAPA para elaboração de produtos com medicamentos

A Guabi também conta com uma unidade credenciada pelo MAPA na IN 65 para produção de rações e concentrado com medicamento.

 

Bem-vindo à Guabi!